• OCK MÍDIA

Especialidades Médicas: as mais e as menos procuradas

Quem escolhe cursar medicina pode fazê-lo por diversos motivos. Vocação, identificação, influência familiar... Mas certamente os bons salários na área contribuem para essa decisão.


Quando falamos em salário, logo chegamos até a lista das especialidades mais conhecidas (e concorridas), que melhor remuneram. São elas: cardiologia, cirurgia plástica, ortopedia e dermatologia. Por outro lado, há especialidades menos requisitadas, como por exemplo:

  • Cirurgia de Mão;

  • Radioterapia;

  • Genética;

  • Medicina legal e perícia;

  • Angiologia;

  • Medicina preventiva e social;

  • Medicina nuclear;

  • Metabologia;

  • Medicina da família e comunidade, entre outras

O grande problema da falta de procura por especialidades sem tanta fama é o déficit de profissionais. Pesquisas apontam que apenas 7 das 53 especialidades reconhecidas na medicina concentram mais de 50% dos profissionais médicos no Brasil.


Um dos fatores que justifica esse déficit, segundo um estudo relacionado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), é que médicos mais jovens e mulheres buscam especialização em áreas básicas da medicina (clínica geral, pediatria, cardiologia e medicina do trabalho) pelo motivo já mencionado: maior remuneração.


Independente da área escolhida, qualquer profissional da medicina precisa ter em mente que para se destacar no mercado é preciso buscar diferenciais e ter a tecnologia como aliada, sem se esquecer da importância do atendimento humanizado.

1,404 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo