• Redação

10 Dicas para captar pacientes

Decidiu parar de atender só no hospital e vai abrir uma clínica própria? É novo na cidade e deixou toda sua cartela de pacientes na outra? Quer atender mais dias da semana? Acabou seu curso e tem mais tempo para atender? Começou a fazer um novo procedimento?


Se você respondeu sim para uma ou mais das perguntas acima você vai precisar fazer algo essencial para os médicos hoje em dia: "captar pacientes"! Nesse post vamos dar 10 dicas rápidas de como você pode atrair mais pacientes.


Veja também:


1. Website

A primeira coisa que você deve fazer é um website! A internet virou a principal fonte de informações para quem procura, produtos e serviços, inclusive médicos. Existem editores fáceis de se usar (como o WIX) em que você mesmo é capaz de fazer seu site sem precisar gastar dinheiro com um designer. Se você é do tipo que gosta de colocar a mão na massa essa é uma boa opção que não te deixa dependente de nenhuma agência, e lembre-se que a maioria das pessoas usa a internet no celular, então dê uma atenção especial para a versão mobile!

No entanto, aconselhamos a usar um profissional para te ajudar tanto na identidade visual como na programação do site. Além de garantir um serviço bem feito você economiza tempo e um especialista pode te ajudar com a próxima dica, SEO.




2. SEO

"Se não existe no Google é porque não existe!" . Mesmo que nunca tenha ouvido essa frase, aposto que você concorda! A sigla SEO vem do inglês e significa Search Engine Optimization (Otimização do mecanismo de Busca) e basicamente tem a ver com sua capacidade de aparecer em destaque no Google. Com o SEO você modela seu site para que o robô do Google ache você com mais facilidade do que seus concorrentes e é essencial para seu site aparecer na busca orgânica do Google. Procure tutoriais on-line para se aprofundar no assunto e, se você tiver usado ajuda profissional para a elaboração do seu site, certifique-se que o SEO é incluso nos serviços.


3. Google Adwords

O SEO é ótimo para fazer os clientes te acharem sempre que estiverem procurando por um profissional da saúde, mas ele não é garantido e, também, pode levar meses para seu site aparecer na primeira página do Google mesmo com ajuda de um especialista no assunto. Então a próxima dica é para você usar os anúncios pagos do Google! Escolha as palavras chaves que desejar (ex: Ginecologista Santos) e sempre que alguém procurar por essas palavras chave vai aparecer um anúncio com o seu site, e você só paga se a pessoa clicar nele!

Para começar uma campanha no Adwords é possivel fazer até pelo celular pegando o aplicativo do AdWords express, mas mais uma vez aconselhamos a procurar alguém especialista no assunto que vai conseguir elaborar e direcionar melhor sua campanha com algumas ferramentas simples. Faça com cuidado e bem pensado... você não quer pagar cliques para receber currículos ou interessados do outro lado do país.


4. Instagram

O contato com seu público alvo tem que ser contínuo, pois só assim você vai estar na cabeça dele no momento que ele precisar de uma consulta ou uma sessão. Como o Instagram é um aplicativo dinâmico e visual, é importante que as fotos sejam bem feitas, seguindo o padrão de cores de sua identidade visual e com algum conteúdo relevante para seu público alvo. A postagem também deve ser constante, com uma periodicidade especificada, para que seus futuros pacientes sempre o tenham em mente. O Instagram e outras mídias sociais também te ajudam a fidelizar o paciente, já que uma vez que ele te segue você consegue mandar conteúdo e mensagens sempre fresquinhas para alguém com maior chance de se interessar.


5. Cuidados na divulgação

Para captar mais pacientes, uma estratégia um pouco mais agressiva é fazer promoções com pacotes de sessões, ou um valor mais acessível na primeira consulta. Isso atrai a atenção das pessoas e pode fazer aquele interessado mais relutante escolher você e não seu colega. Mas CUIDADO, fique atento às normas e ética de sua profissão! No caso dos médicos, por exemplo, o Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou a Resolução 1.974/11, que apresenta o Manual de Publicidade Médica. Como exemplo de coisas proibidas para se divulgar estão: descontos, métodos de pagamento diferenciados (como parcelamentos), garantias de resultado, propagandas com famosos, entrevistas em meios de comunicação com o objetivo de se promover e até mesmo falar que seu tratamento é melhor! Então procure as regras de divulgação referentes a sua profissão para não fazer errado.


6. Plano de saúde

Os planos de saúde costumam oferecer um valor muito pequeno por consulta e, por isso, são rejeitados por diversos profissionais. Porém, se você estiver à procura de pacientes, o plano de saúde pode ajudar muito na divulgação de seu nome e no contato com interessados, pois é comum a pessoa que está precisando de um profissional da saúde contatar o plano de saúde para se decidir. Caso deseje oferecer um serviço com maior valor agregado, você pode abandonar o plano posteriormente e continuar com todos aqueles pacientes que fidelizar.





7. Clube de benefícios

Existem empresas que oferecem certos "clubes de benefícios" que trazem vantagens para seus usuários e dentro dessas vantagens podem ter consultas ou tratamentos relacionados à sua profissão. Portanto, entrar em contato com essas empresas pode colocar você na lista dos profissionais aceitos e recomendados trazendo assim toda uma nova perspectiva de pacientes. Um exemplo na Baixada Santista é o clube Gold Family que possui uma lista de profissionais associados e você pode não pagar nada para participar, apenas tem que garantir um desconto de sua escolha para os participantes desse grupo.


8. Atendimento de qualidade

Pode parecer estranho falar de atendimento como dica parar atrair pacientes, mas a divulgação "boca a boca" continua sendo de extrema importância na área da saúde e esse tipo de indicação só acontece se você oferecer um serviço que vale a pena ser recomendado por parte de seus pacientes. Afinal de contas estamos falando de algo essencial (saúde) em que a qualidade vem em primeiro lugar e em um mercado onde a divulgação é bem restrita e controlada.

Na questão da qualidade saiba que seus pacientes são muito afetados não só pelo seu atendimento, mas também pela localização do seu consultório, da simpatia da sua recepcionista, pela decoração do ambiente e até mesmo pelo cafezinho que você oferece.


9. Conheça seu paciente

Essa é a regra mais básica da publicidade não importa a área de atuação. Se seu desejo é captar mais clientes, tente entender seu público e se adequar ao que ele necessita. Alguns fatores, como precificação, normalmente são levados em conta mas tente pensar do jeito mais completo possível... Seus pacientes são crianças? Brinquedos na área de espera ajudam, consultas noturnas não muito. Seus pacientes têm uma vida profissional agitada? Tente atendê-los fora do horário comercial. Seus pacientes têm dificuldades de locomoção? Atenda em um local preparado para atender as necessidades especiais deles. Jovens ligados em mídias sociais? Invista tempo no Instagram e tente criar um "life style".


10. Indicações

"Networking" é tudo. Procure fazer conexões profissionais com outros profissionais da sua cidade e os pacientes deles podem vir a ser seus também através de indicações! Além da troca de pacientes, conexões profissionais são muito úteis no dia a dia do seu trabalho e quando você precisa de uma opinião extra em um momento difícil.



Gostou das dicas? Espero que tenhamos ajudado você a esclarecer algumas dúvidas. Se tiver mais alguma dúvida, é só deixar um comentário aqui para nós e ficaremos felizes em responder!

101 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo